top of page
  • Foto do escritorFafedry

Quer saber mais sobre a nossa Gama NACUR? Hoje, destacamos o PASSION, um tingimento com a  Ruiva-dos-Tintureiros

A Ruiva-dos-Tintureiros (Rubia tinctorum), também conhecida como ruiva, garança ou alizarina, é uma planta tradicionalmente utilizada para a produção de corantes naturais. O principal corante extraído desta planta é a alizarina, que tem sido amplamente utilizada ao longo dos séculos para tingir tecidos, especialmente lã e seda.


Aqui estão alguns pontos importantes sobre o tingimento natural com o corante retirado da Ruiva-dos-Tintureiros:


Propriedades do Corante

  1. Cor: O corante extraído da Ruiva-dos-Tintureiros proporciona uma ampla gama de tons de vermelho, que podem variar de um rosa suave a um vermelho profundo, dependendo do método de extração e do material tingido.

  2. Fonte: O corante é extraído principalmente das raízes da planta. As raízes são secas e moídas para produzir um pó que pode ser utilizado no processo de tingimento.

  3. Composição Química: O principal composto responsável pela cor é a alizarina, uma antocianina. Outras substâncias, como a purpurina, também estão presentes e contribuem para a variação de tonalidades.


Benefícios e Desvantagens

  • Benefícios:

  • Sustentabilidade: O uso de corantes naturais, como o da Ruiva-dos-Tintureiros, é uma alternativa ecológica aos corantes sintéticos, que podem ser prejudiciais ao ambiente.

  • Segurança: Corantes naturais são geralmente menos tóxicos e menos alergénicos em comparação com muitos corantes sintéticos.

  • Estética: As cores obtidas com corantes naturais são frequentemente descritas como mais ricas e com maior profundidade do que as obtidas com corantes sintéticos.

  • Desvantagens:

  • Consistência: Pode ser mais difícil conseguir cores consistentes em lotes diferentes devido à variação na composição química das plantas.

  • Disponibilidade: A produção de corantes naturais pode ser limitada pela disponibilidade sazonal e regional das plantas.


E lembre-se, os nossos corantes naturais da Gama NACUR possuem caraterísticas técnicas incríveis:

·         Elevada solidez À luz e à lavagem;

·         Ampla variedade de cores;

·         Utilização combinada de corantes;

·         Processo industrial otimizado, com baixo consumo e água e energia

·         Aplicação em lá, algodão e poliamida;

·         Certificado GOTS & ZDHC


Só para os curiosos, a Ruiva-dos-Tintureiros tem uma longa história de uso, remontando a civilizações antigas como os egípcios, que utilizavam a planta para tingir tecidos usados em múmias. Durante a Idade Média e o Renascimento, a planta era cultivada na Europa para produção de corante. O uso da alizarina natural começou a declinar no final do século XIX com o advento da alizarina sintética, que permitia produção em maior escala e com maior controlo de qualidade.


Em resumo, o tingimento com o corante retirado da Ruiva-dos-Tintureiros é uma prática tradicional que combina técnicas artesanais e ecológicas para produzir cores vibrantes e naturais. Apesar das suas limitações, continua a ser valorizado pelas suas qualidades estéticas únicas e pelo seu impacto ambiental reduzido.



Comments


bottom of page